1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!. 1,2,3,4, SER LOBINHO É UM BARATO!!! 4,3,2,1, MAS NÃO É PRA QUALQUER UM!!!.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Reflexão da Semana

O Menino das Meias Vermelhas

Todos os dias, ele ia para o colégio com meias vermelhas.

Era um garoto triste, procurava estudar muito,

mas na hora do recreio ficava afastado dos colegas, como se estivesse procurando alguma coisa.

Os outros garotos zombavam dele, implicavam com as meias vermelhas que ele usava.

Um dia, perguntaram por que o menino das meias vermelhas só usava meias vermelhas.

Ele contou com simplicidade:

- No ano passado, quando fiz aniversário, minha mãe me levou ao circo. Botou em mim essas meias vermelhas. Eu reclamei, comecei a chorar, disse que todo mundo ia zombar de mim por causa das meias vermelhas. Mas ela disse que se me perdesse bastaria olhar para o chão e quando visse um menino de meias vermelhas saberia que o filho era dela...


Os garotos retrucaram:

- Você não está num circo! Porque não tira essas meias vermelhas e joga fora!

Mas o menino das meias vermelhas explicou:

- É que a minha mãe abandonou a nossa casa e foi embora.

Por isso eu continuo usando essas meias vermelhas. Quando ela passar por mim, vai me encontrar e em levará com ela.

Carlos Heitor Cony

Reciclagem: Pratique você também.

RECICLE
A medida que a população mundial cresce, cada vez mais torna-se imprescindível a preocupação com o meio ambiente. É lógico pensar que, sua degradação somada ao crescimento populacional é, em potencial, uma bomba relógio programada para estourar nas mãos das gerações futuras. É a herança que deixaremos para os nossos descendentes se nada for feito.
Dessa forma a procura por novos materiais, que poluam menos, tem se acelerado ao mesmo tempo em que notamos a importância de reciclarmos e reutilizarmos os materiais já utilizados em larga escala, tais como, garrafas Pet, alumínio, papelão, entre outros. Por isso Lobinho, o “Blog do Velho Lobo”, estará sempre voltado a cooperar com a conscientização das crianças, mostrando na prática a transformação dessas sucatas em brinquedos, ou seja a verdadeira “arte” de reciclar.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Reciclagem

Porta Moedinhas de garrafa pet
Encontrei essa imagem e acabei trazendo para o nosso blog como dica de reciclagem artesanal com Garrafa pet. Como podemos ver, é muito fácil, é só cortar o fundo de duas garrafas “pet”, costurar o zíper com fio de nylon (linha de pesca) e pronto... Está pronto o seu Porta Moedinhas (ou porta trecos).

sábado, 24 de outubro de 2009

Alcatéia Boachá - Mirim

Lobinho


Você sabe o porquê deste nome?

Existem duas razões:
A primeira está baseada no livro da jângal, onde um menino foi criado por uma família de lobos.A Mãe loba chamou-o de Mogli, que quer dizer “Pequena Rã”, porque ao engatinhar na presença de lobos, assemelhava-se a uma rãzinha pelo jeito engraçado de se arrastar pelo chão.

Mogli aprendeu tudo com os velhos lobos, cuja sabedoria e bondade se fazem presentes em cada ação. A alcatéia é poderosa e sua força vem da união do grupo. É capaz de ações verdadeiramente incríveis, devido à grande confiança e respeito que tem pelo Akelá, que é o lobo mais adestrado, o mais leal, o mais inteligente e principalmente o mais justo.

A outra razão é a que nos dá, Banden Powell, o fundador do Escotismo. Ele era um oficial do exército inglês que serviu por algum tempo na África. Lá, ele observou que os Zulus eram pessoas muito versadas em exploração, observação, etc. Os jovens da tribo passavam por rigorosas provações e o melhor entre eles recebia o nome de Lobo. Já os meninos mais novos gostavam de ficar observando e seguindo o exemplo desses bravos rapazes. Os mais espertos e melhores entre os meninos eram chamados de Lobinhos, ou futuros Lobos da tribo.

E eu diria sim, que são crianças muito especiais, pois muitos passaram por aqui, muitos foram convidados, muitos experimentaram, mas somente estes tiveram a bravura e a persistência necessárias que só um verdadeiro Lobinho possui.
E agora, quando apresento a vocês, os Lobinhos da Alcatéia Boachá-Mirim, lanço uma pergunta: Sentimentalmente, daqui a uns...trinta, trinta e cinco anos qual o real valor de uma foto (destas) que resgatará lembranças únicas na vida de cada “Lobinho Boachá” que passou por aqui?

Vejam,
Lobinhas de Pelagem Preta:
Carol Reis (Prima), Jady, Gabriela e Milena (Segunda)


Lobinhas de Pelagem Branca:
Julia (Prima), Carol Carvalho, Mª Cecília, Daniela e Eduarda (Segunda)


Lobinhos de Pelagem Cinza:
Gabriel, paulo Henrique, Matheus e Yan (Segundo).

Lobinhos de pelagem Vermelha:
Lucas (Primo), Luiz Henrique e Henrique



Lobinhos de Pelagem Amarela:
Guilherme (Primo),Tomas, Eduardo,Thaylon e Patrick(Segundo)




Código MORSE

História do Código MORSE

Samuel Morse (1791-1872) foi o inventor do código que trás o seu nome.

Quando em 1832 principiou o projeto da construção de um telégrafo não imaginava as dificuldades que teria de enfrentar, tanto nos E.U.A. como na Europa onde lhe negaram inclusive a patente da invenção, até que em 1843 conseguiu um financiamento do governo americano para a construção de uma linha telegráfica entre Washington e Baltimore.

No ano seguinte deu-se a primeira transmissão e o sucesso foi tal que se formou uma companhia que cobriu o território americano de linhas telegráficas.

Quando em 1860 Napoleão III lhe concedeu um justo prémio de reconhecimento pela invenção, já nos E.U.A. e na Europa estavam instalados numerosos aparelhos Morse.

Na altura da sua morte o continente americano já contava com mais de 300.000 km de linhas. O código Morse representa os caracteres através de pontos e traços correspondendo estes a impulsos eléctricos e resultando daí sinais acústicos ou luminosos de uma certa duração. Assim, e tomando o ponto como unidade, este tem a duração de cerca de 1/25 seg. sendo um traço idêntico a 3 pontos.

O espaço dos sinais da mesma letra é de um ponto. Entre duas letras o espaço é de três pontos ou um traço, e entre palavras de 5 pontos.
Devido a evolução tecnológica o código Morse está cada vez mais em desuso.O Código Internacional de Sinais é editado pelo Instituto Hidrográfico e contém toda a informação sobre a interpretação e utilização dos diversos códigos de sinalização Bandeiras, Morse e Homógrafo.
Código Internacional Morse
Alfabeto, Números, Pontuação
Algumas abreviaturas SOS - talvez a sequência mais conhecida que significa sinal de perigo.
C - esta letra significa: a sua repetição está certa.
G - acuse a recepção repetindo
R - mensagem recebida
T - a letra T é usada para indicar a recepção de cada uma das palavras do texto.
W - estou impossibilitado de ler a sua transmissão em virtude de a luz não estar em condições ou mal apontada.
EEEEEE etc. - sinal de anulação ou erro.
TTTTTT etc. - sinal de reconhecimento.
UD - sinal de repetição. Emprega-se para obter a repetição de parte ou a totalidade da mensagem.
AR - fim de comunicação.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Ser Escoteiro é...

10 Boas Razões
Para que seu Filho venha a ser Escoteiro

01 - O Escotismo preenche as horas vagas do jovem com ocupações sadias e em boa companhia.
02 - O Escotismo ajuda a formar o caráter de jovens, o que é essencial para o sucesso em qualquer profissão.
03 - O Escotismo é treinamento em cidadania.
04 - O Escotismo dá ao jovem oportunidade de serviço para com Deus e seu próximo.
05 - O Escotismo torna o jovem prestativo. Seus passatempos são úteis em casa e interessantes para ele mesmo.
06 - O Escotismo incute no jovem a honra e lealdade.
07 - O Escotismo torna o jovem saudável, para que ele progrida e ajude outras pessoas.
08 - O Escotismo desenvolve as inclinações naturais do jovem.
09 - O Escotismo torna o jovem feliz.
10 - O Escotismo fará de seu filho o adulto que você deseja que ele se torne.

Jornada Escoteira

Dicas para Jornadas



Em todas as jornadas todo o material deve estar alojado dentro da mochila.


Jornadas
Durante as jornadas esteja preparado para tudo, chuva, garoa, ventos, de –7º a calor de 45º, mormaço escaldante, não lute contra a natureza e sim integre-se a ela.

Paradas
Durante a jornada caminhe uma hora e pare por dez ou quinze minutos, na terceira parada descanse por trinta minutos e assim sucessivamente até o fim do percurso, ( padrão militar). Com tempo frio diminua o tempo das paradas para 3 ou 4 minutos para não esfriar os músculos, e aumente o numero de paradas.

Roupa da jornada
Uniforme completo com cobertura, em geral é muito bom para caminhadas mas em alguns casos é melhor com bermudas, ou uma calça de moletom de cotom, e meião escoteiro por cima, chapelão, boné ou ainda amarrar um lenço na cabeça para evitar que o suor caia nos olhos.

Mochila
A mochila deve ser nylon com encosto de fibra ou armação com cinta e bolsos externos tipo cargueira com no mínimo capacidade de 75 litros, a montagens da mochila á muito importante, comece colocando no fundo o saco de dormir, ponho, a roupa de reserva, no centro coloque as panelas o prato envolva-os com parte da barraca, em seguida a alimentação o cantil, etc, deixe os bolsos para materiais que possam usar durante a jornada se tiver que levar as varetas da barraca coloque-as dentro da mochila em um canto. Todo material colocado na mochila deve ser alojado dentro de sacos plásticos. Cuidado com o ajuste da mochila ela deve ficar bem encaixada no corpo, evite levar coisas penduradas por fora, pois podem enroscar facilmente, ela deve ficar no máximo com 1/3 do seu peso.

Sacos de dormir
De tamanho ideal para dormir à vontade sem aperto de preferência com sacola de compactar, existem sacos impermeáveis que suportam temperaturas de ate –10 º, é aconselhável levar um isolante para que o saco de dormir não fique úmido e haja um maior conforto ao dormir, pois em jornadas o descanso e essencial.

Capa de chuva
E indispensável para todas as atv externas, existem modelos tipo poncho mais resistentes, ou mesmo aquelas simples tipo estádio, em ultimo caso usar um saco de lixo com 3 furos, para as mochilas que não forem impermeáveis existem capas próprias.

Cantil
Nunca esquecê-lo, existem muitos tipos de cantis, os aconselháveis são os térmicos leves e que não atrapalham de lona tipo dromedário para transportar dentro da mochila com capacidade mínima de 3 litros.

Sapatos
Os sapatos para caminhada devem ser usados, confortáveis e de solado aderente de preferência a prova de d’água e que protejam os tornozelos tipo montanha, levar um par de sapatos de reserva ou os que esta usando de total confiança. Nunca caminhe com os pés molhados ou úmidos sempre com os pés secos e hidratados só assim não criarão bolhas, sempre cortar as unhas bem curtas. Use no mínimo 3 pares de meias se as meias molharem troque-as e isole a umidade do calçado com sacos plásticos.

Agasalho
O agasalho deve ser de nylon tipo jaquetão, pois protege bem do frio e do vento, não esqueça das luvas de couro.

Faca
Uma faca tipo escoteiro é o suficiente, não há necessidade de nada grande e pesado, em muitas jornadas dependendo do terreno um canivete e o suficiente.

Material de higiene
Uma toalha de rosto, escova de dentes, um sabonete e um creme dental para cada grupo de 6 e o suficiente, nunca esquecer sacos de lixo e papel higiênico.


Roupa de reserva
Poncho 3 pares de meias, 1 calça de moletom de cotom, 1 camiseta, uma troca de roupa de baixo. Para locais frios minhoca, meias de lã, camisa de flanela, calça de nylon.

Iluminação
Para caminhadas curtas pode-se levar um lampião descartável, mas para as longas uma lanterna de duas pilhas basta, existem lanternas de colocar na cabeça que são muito práticas, não esqueça de levar lâmpada de reserva e pilhas.

Remédios pessoais
Nunca esquecer hidratante para os pés, hipoglós ou drenisom n, para assaduras, uma pomada antialérgica, óculos escuros, repelente de mosquitos, hidrafil ou manteiga de cacau para que os lábios não rachem no frio, todos os remédios alojados em saco tipo zip em local de fácil acesso.

Documentos
Documentos pessoais, passagens, dinheiro, etc devem ficar dentro de um saquinho tipo zip no bolso do uniforme ou na pochete.

Material de alimentação
Prato plástico ou alumínio e uma colher é o suficiente, para longos percursos, a caneca é substituída pelo cantil e o garfo e dispensável.

Material comum a todos os participantes
Dividir o material igualmente entre todos os participantes.
Uma barraca iglu para cada três.
Um toldo 3x4.
Lampião descartável ou a carbureto.
Fogareiro descartável e refil para cada alimentação.
Uma panela
Para trilhas perigosas cordas, cadeirinhas, mosquetões, etc.
Caixa de 1º socorros completa e sacos hipodérmicos.

Alimentação
À alimentação deve ser estudada minuciosamente para cada tipo de atividade, o cardápio deve ser apropriado para o clima mas deve ser bem dosado para alimentar, sustentar e não pesar no estômago.Para caminhadas longas e aconselhável comer algo a cada duas ou três horas, mastigar chiclete, balas de goma chocolate, uva passa, bananinhas, são muito boas pois tem alto teor de potássio (evita as câimbras), certos alimentos ajudam a passar a sede e dão animo.

Algumas sugestões:
Para jantar o sopão tradicional, arroz com salsichas em lata, miojo com almôndegas em lata, um chá quente e umas pipocas é bom para encerrar a noite.
Almoço, um lanche reforçado e leve, coloque queijo tipo provolone, salame, copa, bacon, etc cortado bem pequeno, algumas pessoas gostam de pão tipo italiano, pois este dura dias embrulhado em celofane ou papel alumínio.

Obs: Para longas caminhadas não se deve levar nada fresco ou dentro de geladeiras, leite em caixinhas, garrafas de refrigerantes, salgadinhos, pão fresco ou de forma, nada que amasse, estrague ou azede, para levar sal, óleo, temperos, etc, tubos de filmes fotográficos são ótimos.

Mapas
A patrulha deve levar mapas de todo o percurso, material para mapear o caminho, panfletos ou materiais informativos do local, saber os locais de apoio, pontos de informações próximos, telefones mais próximos, etc, enfim tudo que possa ajudá-lo na jornada e nunca esquecer de agradecer qualquer pessoa que o ajude por menos que for a ajuda ou informação.

Necessidades Fisiológicas
Quando não houver banheiro, fazer um local reservado e distante de cursos de água, sempre tomando o cuidado de cobrir para evitar contaminação, doenças e mau cheiro.

Lixo
Sempre levar de volta e quando possível juntar o lixo que outros deixaram para trás, contribuindo assim para a despoluição da natureza, evite levar garrafas de vidro pois o vidro não é um material biodegradável.

Acampamentos
Procurar um local em que sua instalação cause o menor impacto possível ao meio ambiente. Não abrir novas clareiras. Evitar de fazer valetas em volta da barraca ou fogões de trincheira, não cortar vegetação, evitar ao máximo fazer fogueiras pois o risco de incêndio e muito grande em algumas áreas leva a degradação da vegetação local prejudicando o equilíbrio da natureza.

Atenção Especial
Nunca levar nada que não for essencial para jornadas, apos algumas horas de caminhada 1 grama pesa 1 kg. Atenção, com o suor se da a perda de potássio, podendo vir a dar câimbras, para repor o potássio, coma alimentos salgados, ou um pouco de sal, pode ser substituído por tabletes de caldo em cubos mastigados aos pedacinhos ou como caldo para aquecer.
Mantenha as mãos sempre livres.
Nunca corra riscos que não forem estritamente necessários.
Deve-se sempre andar na velocidade do mais lento, nunca deixar ninguém para traz.
Atenção para que no inicio da jornada não sair em disparada, manter um ritmo constante e o correto para chegar ao final.
Andar sempre em fila indiana separados aproximadamente 2 metros um do outro.
Em estradas ande sempre do lado esquerdo da pista.
Nunca invada propriedade particular.

Compras de material
Antes de comprar materiais de jornadas, pesquise bem, veja em primeiro lugar a qualidade pois materiais de má qualidade podem deixá-lo em grandes dificuldades na hora que mais precisar, antes de comprar consulte lojas especializadas.

Aproveite bem estas dicas que poderão tirá-lo de muitas dificuldades.

As grandes aventuras estão aí, aproveite-as.

Uniforme Escoteiro - Origem

Origem do Uniforme Escoteiro

Os primeiros uniformes escoteiros foram inspirados no uniforme usado pela Polícia Sul-africana.

Após o cerco de Mafeking e o fim da guerra Anglo-Boer, a Grã Bretanha tinha o controle das antigas repúblicas Boer do Transvaal e do Estado Livre de Orange. A Polícia Sul-africana foi formada para ser uma força de paz, algo entre a polícia normal e uma força militar, para pacificar as antigas repúblicas agora eram parte da África do Sul unificada sob o governo britânico.

Baden Powell foi nomeado comandante desta força, como um líder com excepcional habilidade para organizar a força a partir do zero em um curto espaço de tempo Ele rapidamente recrutou os membros em duas colônias britânicas: o Cabo e Natal, as quais agora eram parte da União da África do Sul. Ele também recrutou oficiais e homens da Austrália, Nova Zelândia, Canadá, Índia e Ceilão (atual Sri Lanka), Inglaterra e Irlanda.

O próprio B-P desenhou o uniforme: uma camisa informal na cor caqui e o seu favorito chapéu de abas largas. Era menos formal e mais prático que o uniforme do exército. B-P sempre preferiu as roupas confortáveis dos colonos.

Mais tarde quando ele criou o Escotismo para os rapazes, B-P adotou um uniforme muito semelhante, com camisa e bermudas caqui, lenço e o famoso chapéu de abas largas.

As cores originais do emblema escoteiro, verde e amarelo, também vieram das cores do Transvaal.

Milhares de Escoteiros em todo o mundo vestiram este uniforme, apesar de existir muitos poucos que ainda o veste atualmente. A delegação sul-africana sempre se destaca nos Jamborees Mundiais pelo seu chapéu escoteiro tradicional e uniforme cáqui com o lenço verde e ouro.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Reflexão da Semana

As Bananas

Numa experiência científica um grupo de cientistas, colocou cinco macacos numa jaula. No meio uma escada e sobre ela um cacho de bananas. Quando um macaco subia na escada para pegar as bananas, os cientistas jogavam um jato de água fria nos que estavam no chão.

Depois de certo tempo, quando um macaco ia subir a escada, os outros o pegavam e batiam muito nele. Com mais algum tempo, nenhum macaco subia mais a escada, apesar da tentação das bananas.

Então os cientistas substituíram um dos macacos por um novo. A primeira coisa que ele fez foi subir a escada, dela sendo retirado pelos outros que o surraram. Depois de algumas surras, o novo integrante do grupo não mais subia a escada.

Um segundo foi substituído e o mesmo ocorreu, tendo o primeiro substituto participado com entusiasmo da surra ao novato. Um terceiro foi trocado e o mesmo ocorreu. Um quarto e, afinal, o último dos veteranos foi substituído.

Os cientistas então ficaram com o grupo de cinco macacos que, mesmo nunca tendo tomado um banho frio, continuavam batendo naquele que tentasse pegar as bananas.

Se fosse possível perguntar a algum deles porque eles batiam em quem tentasse subir a escada, com certeza a resposta seria: "Não sei, mas as coisas sempre foram assim por aqui".

Albert Einstein dizia: "É mais fácil desintegrar um átomo que um preconceito".

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

"Sempre Alerta" - Lema Escoteiro pelo Mundo

Lema pelo Mundo

( Distintivo da Organização Mundial do Movimento Escoteiro)
País / Lema
Albânia / JI GATI
Alemanha, Suíça / ALLZEIT BEREIT
América Latina (Argentina,
Espanha, México, Equador,
Colômbia, Peru, etc.) / SIEMPRE LISTO
Armênia / MISHT BADRAST
Armênia / MICHD BADRAZA
Áustria / SEI BEREIT
Bélgica, Líbano / TOUJOURS PRET
Bósnia, Croácia e Macedônia / BUDI SPREMAN
Brasil, Guatemala / SEMPRE ALERTA
Bulgária / WEEST PARAAT
China / CHEN PEH
Costa Rica / ESTAR ALERTA
Dinamarca / VAER BEREDT
Eslováquia / BUD PRIPAVANY
Eslovênia / BUDI PRIPAVLJEN
Esperanto / ESTU PRETA
Estónia / OLE VALMIS
Finlândia / OLE VALMIS
França / SOIS PRET, ENTRE PRET ou TOUT DROIT
Grécia / ESO ETOIMOS
Groelândia / VERTU VIDBUINN
Haiti / ETRE PRET
Hungria / LE'GY RE'SEN
Índia / YAYYAR
Israel / HAY-YEA N'HONE
Itália / ESTOTE PARATI
Japão / JUNBI
Lituânia / BUDEK
Luxemburgo / OMMER BERET
Mongólia / BELEN BOL
Países de Língua Inglesa (EUA,
África do Sul, Canadá, Austrália,
Irlanda, Inglaterra, Filipinas,
Jamaica, etc) / BE PREPARED
Paquistão / AL-MUSTAID
Portugal, Macau / SEMPRE PRONTO
Romênia / GATA ORICAND
Ruanda / UBE MASO
Rússia / BUID' GOTOV
Suécia / VAR REDO
Tailândia / CHA-YO PRASSAT
Turquia / HAZEROL
Tupi-Guarani / AREAREBO BAQUADA
Ucrânia /
SKOB

domingo, 11 de outubro de 2009

Reflexão da Semana

ENVELHEÇO

Envelheço quando me fecho para as novas idéias e me torno radical...

Envelheço quando o novo me assusta e minha mente insiste no comodismo...

Envelheço quando meu pensamento abandona a casa e retorna sem nada...

Envelheço quando me torno impaciente, intransigente e não consigo dialogar...

Envelheço quando penso muito em mim mesmo e me esqueço dos outros...

Envelheço quando penso em ousar, mas temo o preço da ousadia...

Envelheço quando permito que o cansaço e o desalento tomem conta da minha alma...

Envelheço quando tenho chance de amar, mas vence o medo de arriscar...

Envelheço quando paro de lutar...

B.P. - Baden Powell, Coleção de Fotos

Fotos de Baden Powell

A primeira é a mais famosa de todas, conhecida e exibida em todo o mundo para apresentar oficialmente Baden Powell, o Criador do Escotismo / o Chefe -Escoteiro Mundial.

sábado, 10 de outubro de 2009

Banho do Lobinho



Blog Widget by LinkWithin